TÁ F*!@ VIVER DE ARTE?

marketing a serviço das artes

OLÁ, SEJAM BEM VINDOS!

Eu sou o Felipe Tazzo.

Eu sei, está f*!@ viver de arte no Brasil.

Não se preocupe, você veio ao lugar certo. Aqui a gente desf*!e esse mercado maluco, desenrola a situação, coloca os pingos nos i’s e de quebra a gente ainda debulha aqueles preconceitos todos que você ouviu a vida inteira sobre ser artista e viver da sua arte.

O cardápio do dia é recheado: tem cursos para aprender as manhas do mercado, artigos para saber o que está acontecendo e ter boas ideias, resenhas de livros interessantes para sua carreira, dicas de sobrevivência, e por aí vai.

As ferramentas para o sucesso estão todas aí. Tudo muito mais simples e bem resolvido do que você imagina e, na maior parte das vezes, de graça.

Ou, você pode passar o dia reclamando que o governo não dá apoio e que o público não dá valor. A vida é cheia de escolhas, afinal… Não? Vamos encarar essa besta de frente? Agarrar o touro pelos chifres?

Bacana. Bem vindo. Vai ser muito legal!

 

 

 

 

E se eu mudar completamente a sua carreira, sem interferir na sua criatividade? E se eu conseguir fazer com que seu público entenda o verdadeiro valor da sua arte, o real significado do seu trabalho, de tal maneira que você consiga muitos mais trabalhos e pagamentos bem melhores? A lógica é muito simples: sabe tudo aquilo que faz com que grandes ideias se tornem grandes empreendimentos? Então, é isso que eu preciso dividir com você. Tenho muitos anos de produção e de empreendedorismo e neste exato momento estou me perguntando por que é que mais artistas ainda não estão aplicando isso ao seu trabalho.

Agora é a sua vez.

Quer fazer parte dessa revolução?

QUER CONHECER UM POUCO SOBRE O  QUE VAMOS CONVERSAR?

VÍDEOS

Você já ouviu muito falar sobre esse grade e misterioso fenômeno chamado “mercado das artes, cultura e entretenimento”, mas ninguém te diz onde fica, quando acontece, o que tem lá e, mais importante: como faz para entrar e se esbaladar. Cai dentro, aqui eu conto tudo.

Vamos conversar sobre marketing, criatividade, produtividade, administração, sobre viver da sua arte, sobre encontrar seu público, cativá-lo e dialogar com essas figuras desconhecidas. Vamos conversar sobre como gerenciar a sua carreira, fazer os investimentos certos, arrebanhar as parcerias certas e, finalmente, como ganhar dinheiro a partir dessa escolha de vida ousada que você fez.

 

ARTIGOS

Coisas que a gente aprende com o Rei do IPhone

“Quem não sabe sorrir, não deve abrir comércio” e “O cliente tem sempre razão” são dois de milhares de adágios repetidos à exaustão no dia a dia do comércio. Alguns servem, outros não. Para o universo artístico, a maioria cai como uma luva. E...

ler mais

Algum publicitário pode estar precisando da sua música

Às vezes é melhor assistir TV apenas pelas propagandas. A qualidade dos anúncios de televisão no Brasil nunca foi de todo mal. Nos últimos tempos tem melhorado bastante, graças ao esforço de milhares de grandes profissionais das artes (atores, cenógrafos,...

ler mais

Tá com o seu novo livro em mãos? Mande para essas pessoas

E o mercado artístico mudou radicalmente ainda mais uma vez. Caso você esteja contabilizando, deve ser a terceira ou quarta vez esta semana. E pode ir se acostumando porque daqui por diante vai ser assim mesmo. É, tirar a cara das partituras (ou do roteiro, ou dos...

ler mais

Quando o artista sofre bullying

Quando dizem que a paga do artista é o aplauso, a gente fica puto. Mas e quando isso não vem? E quando vem vaia? Grito? Xingo? Conheçam, antes de tudo, o pianista André Mehmari, porque é dele que falamos hoje: Quando eu digo que ele é pianista, olha aí, ele não é...

ler mais

Você merece prêmios. Mas não busque por eles.

Esta talvez seja uma das únicas vezes que eu vou dizer para não correr atrás de alguma coisa para a sua carreira. Prêmios, em geral, são fria, por mais que você o mereça. Pode parecer uma recomendação esdrúxula porque à primeira vista uma carreira toda recheada de...

ler mais

ONDE VOCÊS ME ACHAM

Dúvidas? Reclamações? Insights? Crises existências? Declarações apaixonadas? Ameaças de morte? Convites para uma cerveja? É tudo aqui mesmo no guichê:

 

Fala aí!